Como sair da depressão em cinco passos

0
465
Lonely senior man staying in retirement home

1. Alimente-se bem
Cuidar da nutrição do corpo é também suprir as necessidades da mente. Segundo o psicólogo Cesar Borella, a saúde psicológica depende da sintetização de alguns neurotransmissores. Eles, por sua vez, precisam de nutrientes para serem construídos. Portanto, faça refeições equilibradas e saudáveis.

2. Pratique atividades físicas
Os exercícios físicos liberam endorfina e serotonina, dois neurotransmissores ligados às sensações de prazer e bem-estar. Quando estão presentes, reduzem a tristeza e melhoram a disposição física e mental. Escolha a atividade que mais lhe agrada e dedique-se com regularidade.

3. Cuide-se
Para Cesar Borella, a aparência também tem forte influência para quem quer sair da depressão. A impressão negativa do próprio corpo é natural da doença e deve ser combatida. Cuide dos cabelos, das unhas, da pele. Vista-se com roupas elegantes, mesmo quando estiver desanimado. Isso ajuda você a não se deixar levar pela tentação de passar o dia deitado no sofá.

4. Ande acompanhado
Estar sozinho, em silêncio, pode até ser bom de vez em quando, mas não é saudável para quem tem depressão. Não ter companhia é um incentivo para os pensamentos negativos e de depreciação. Procure ter por perto amigos e familiares. Animais de estimação, como cachorros e gatos, também ajudam a alegrar o ambiente.

5. Liberte-se
Ficar preso a problemas do passado ou a situações que são irreversíveis é um gatilho para a depressão. Borella compara: a ansiedade é a preocupação com os problemas que o futuro pode trazer. A depressão é o excesso de passado na sua mente. Por isso, livrando-se do apego ao que passou, você consegue sair da depressão.