Efeitos das bebidas alcoólicas no corpo

0
143

1. Os efeitos do álcool vão muito além daquela desagradável ressaca do dia seguinte. No cérebro, ele interrompe a comunicação entre as células nervosas, causando um desequilíbrio nos níveis de neurotransmissores que pode provocar alterações no humor, além de comportamentos de risco e comprometimento da coordenação.

2. O coração também é afetado pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas, já que pode aumentar os níveis de gorduras no sangue e contribuir para o acúmulo de placa nas artérias, aumentando assim os riscos de ataque cardíaco e derrame. Beber demais também pode levar a hipertensão arterial, arritmia e acidente vascular cerebral.

3. A ingestão excessiva de álcool durante muito tempo ainda pode levar à doença hepática gordurosa alcoólica, ou seja, um acúmulo de gordura nas artérias, inflamação do fígado e cirrose.

4. O consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode interromper a função pancreática: em vez de serem levadas ao intestino para ajudar à digestão, enzimas ficam presas no próprio pâncreas, levando a um quadro de inflamação e inchaço dos vasos sanguíneos no órgão.

5. Estudos recentes têm associado o consumo de álcool a um aumento de risco de determinados cânceres, como o de boca, esôfago, garganta e fígado.

6. Bebidas alcoólicas ainda prejudicam o processo de perda de peso. Para ter uma ideia de como os drinques comprometem a dieta, saiba que uma simples taça de vinho branco contém cerca de 121 calorias, enquanto um copo de cerveja pode abrigar pelo menos 150 calorias.

7. O consumo exagerado de álcool também pode interferir com os neurotransmissores que regulam o humor, aumentando o risco de ansiedade, estresse e até depressão.

8. O álcool em excesso ainda pode atrapalhar suas noites de sono. Apesar de aparentemente provocar relaxamento inicial, a bebida pode interferir na capacidade do corpo de regular a sonolência e vigília, o que pode levar à insônia.