Na festa de São José, Catedral com novo altar e Diocese com oficialização de seu patrono

0
2444

Em missa concelebrada por Dom Girônimo e oito padres, neste sábado, (21) na Catedral, O bispo diocesano presidiu a missa da festa de São José, realizando o rito da dedicação do altar novo da mesma e oficializando o santo como padroeiro também da Diocese de Erexim.

Em clima de festa, os fiéis foram recepcionados pela Orquestra Municipal, postada sob a marquise na entrada da Catedral, executando diversas músicas.

Iniciada a celebração, o Bispo abençoou a água com a qual, acompanhado pelo diácono, aspergiu o novo altar e a assembleia. Após as leituras e o evangelho, com passagens relativas ao Templo do Senhor, ele pronunciou sua homilia. Começou por destacar que a festa de São José da comunidade paroquial da Catedral era também de toda a Diocese, uma vez que nela o Santo seria também declarado oficialmente o patrono da mesma. Depois, recordou a Campanha da Fraternidade, cujo tema e lema convidam a olhar a realidade e as necessidades da sociedade com espírito de serviço, a exemplo de Cristo que veio para servir. Mencionou a pessoa e a missão de São José. Por fim, destacou a natureza do altar, como espaço do sacrifício eucarístico.

Oficialização de São José como patrono da Diocese de Erexim: Depois da Liturgia da Palavra na missa da festa de São José, neste sábado, na Catedral, o Bispo convidou o Pároco da Catedral, Pe. Alvise Follador, a ler o Decreto da Congregação do Culto Divino e da Disciplina dos Sacramentos da Santa Sé oficializando São José como patrono da Diocese de Erexim. O Decreto, escrito em latim, traduzido pelo professor Bertilo Brod, lembra o processo de consulta realizado na Diocese para que São José fosse declarado oficialmente seu patrono, a aprovação do Bispo e seu pedido àquela Congregação para que o promulgasse. Na sua confirmação, o Decreto diz: Em decorrência disso, a Congregação do Culto Divino e da Disciplina dos Sacramentos, em virtude das faculdades outorgadas pelo Sumo Pontífice Francisco e tendo constatado que, diante das razões expostas, a eleição e a aprovação foram realizadas de acordo com as prescrições do direito, acolhe benevolamente as solicitações externadas e confirma SÃO JOSÉ, ESPOSO DA BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA, PATRONO JUNTO DE DEUS DA DIOCESDE DE EREXIM, com todos os direitos e privilégios litúrgicos decorrentes, segundo as rubricas. A confirmação foi acolhida com calorosa salva de palmas por todos os participantes da missa.

Rito da dedicação do novo altar da Catedral: após a homilia na missa da festa de São José, na Catedral, o Bispo diocesano procedeu ao rito da dedicação do altar novo, que iniciou com o canto da ladainha de todos os santos, que os fiéis acompanharam ajoelhados. Após a ladainha, Dom José derramou óleo do crisma sobre o altar. Nele foi colocada uma tocha na qual foi posto incenso. O bispo incensou o altar que foi revestido com as toalhas da celebração, iluminado e ornado com flores por alguns ministros. A seu lado, foram colocados dois candelabros com velas e a cruz. Concluída a dedicação do altar, realizou-se nele a primeira liturgia eucarística.

Conclusão das reformas da Catedral: No final da missa da festa do padroeiro da Catedral, seu Pároco, relatou o processo das diversas reformas realizadas nela e agradeceu a todos os que colaboraram para sua conclusão, destacando a arquiteta Marilú Fantin, de Pato Branco, Paraná, especialista em projetos arquitetônicos de Igrejas e seu colaborador Gianni Ventura, italiano. Enalteceu o empenho do Conselho Econômico atual e dos anteriores. Entre as diversas melhorias, destacam-se: a remodelação do presbitério com novo piso de granito preto, altar, mesa da Palavra, cátedra, cadeiras e outras peças em mármore branco; pintura externa e interna, novos ventiladores, substituição da fiação elétrica e nova iluminação, restauração dos vitrais, novo local para o sacrário, nova sacristia e três confessionários e melhorias na capelinha.

O coordenador do Conselho Econômico, Sr. Pavan, também usou da palavra para destacar a preocupação, o trabalho e a determinação dos padres, o espírito de equipe e colaboração do atual grupo, dos conselhos anteriores e tudo o que se fez desde o início da construção da Catedral há quase 50 anos. Concluiu convidando a todos para uma confraternização no subsolo, logo após o término da celebração.

Antes da bênção final, Dom José também agradeceu a todos pelo trabalho nas reformas realizadas, ressaltando que o espaço sagrado da Catedral é do povo da Diocese, da cidade de Erechim, da comunidade paroquial.

catedral_erechim1