AMAU cria comitê regional de atenção ao coronavírus

143

Na manhã desta terça-feira (17), após debate na Associação de Municípios do Alto Uruguai (AMAU) e no Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (COSEMS), foi deliberada sobre a criação do Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus, para traçar ações coletivas de prevenção, face à pandemia do COVID–19.

A criação do comitê foi respaldada por unanimidade pelos prefeitos e secretários municipais de saúde e tem por objetivo monitorar, avaliar e subsidiar as ações imediatas e futuras de enfrentamento à pandemia.

O comitê é constituído pela presidente regional do COSEMS/AMAU e secretária de Saúde de Jacutinga, Valdirene Foletto, secretário de saúde de Ipiranga do Sul, Cleimar Araldi, secretário de saúde de Severiano de Almeida, Dimas Dandolini, secretário de saúde de Erval Grande, Rodrigo dos Santos, secretária de saúde de Entre Rios do Sul, Helenn Rodrigues, representante da Fundação Hospitalar Santa Terezinha, Hélio Bianchi, representante da 11ª Coordenadoria Regional de Saúde, Rodrigo Vargas, assessor técnico da Secretaria de Saúde de Erechim, Jackson Arpini, pelo secretário executivo da AMAU, Dino Tomazelli, e integrantes de demais entidades de saúde da região.

As reuniões serão realizadas na periodicidade semanal, no sentido que as ações sejam disseminadas à nível regional, para que as medidas sejam mais efetivas.

Também ficou definido que o Comitê emitirá, semanalmente, um boletim informativo e orientador, no propósito que as ações sejam coletivas, abrangentes e com resultados promissores.

Boletim Informativo 1 – 17/03/2020
Ações recomendadas:
– a campanha de vacinação para a Influenza será antecipada para o mês de março em razão da pandemia e chamamos a atenção da comunidade para que fique atenta as datas, em especial os grupos prioritários iniciais (idosos e profissionais de saúde);

– ressaltamos que a população faça uso habitual e frequente das medidas preventivas preconizadas como: lavagem correta das mãos, utilização de álcool gel, não compartilhar talheres, copos e toalhas, ao tossir ou espirar cobrir o nariz com lenço ou espirar no braço, evitar levar as mãos não higienizadas na boca, nariz e olhos, entre outras;

– evitar ambientes com aglomeração de pessoas, para coibir a transmissibilidade do vírus;

– orienta o cancelamento das ações de promoção e prevenção promovidas pelas unidades de saúde, para os grupos de diabéticos, hipertensos, fumantes, gestantes, entre outros, que por ventura venham a aglomerar número significativo de pessoas;

– cancelar os todos os eventos da terceira idade, em razão das estatísticas apontarem um maior risco de complicação para essa faixa etária (acima dos 60 anos);

– orienta que os atendimentos nas unidades básicas de saúde devem ser reavaliados por cada município ou unidade, no sentido de verificar os fluxos e a possível concentração de pessoas;

– orienta que os tratamentos fora de domicílio (TFD) sejam somente para atendimentos de urgência e emergência, evitando o deslocamento, a circulação e aglomeração de pessoas em ambientes fechados;

– informa que os casos suspeitos devem procurar a porta de entrada que é a Unidade Básica de Saúde de cada município para realização do diagnóstico, e não o serviço de Pronto Atendimento/Pronto Socorro dos hospitais de referência;

– o comitê irá realizar um trabalho técnico no sentido de levantar todos os leitos disponíveis na região (rede pública e privada), sendo leitos gerais, leitos de UTI e quantitativos de ventilador mecânico pulmonar;

– sugere que o Setor de Vigilância em Saúde de cada município oriente os estabelecimentos privados e públicos quando as boas práticas no manuseio dos utensílios de uso compartilhado;

– com relação às Comunidades Terapêuticas (CT) orienta que os fluxos sejam revistos no propósito de não aglomerar muitas pessoas, normatizando os horários e o número de visitas;

– orienta que os grupos mais susceptíveis (idosos, gestantes, hipertensos, cardíacos, imunodeprimidos, diabéticos, entre outros), redobrem os cuidados de prevenção, observando as recomendações de isolamento social;

– também orienta que as medidas preconizadas pelo Ministério da Saúde sejam adotadas com o máximo rigor, como isolamento social, evitar o acúmulo de pessoas, evitar o compartilhamento de utensílios, etc.;

– quanto a Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim, orienta que partir de quinta-feira, 19, adotará medidas como a suspensão por tempo de indeterminado dos serviços eletivos de consultas especializadas, exames de imagem e diagnose, regulação das visitas, entre outras. Também salienta que todos os serviços de urgência e emergência, bem como serviços especializados de oncologia, hemodiálise, entre outros, serão mantidos regularmente, não deixando a população desassistida.

O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus ressalta que muitas medidas se fazem necessárias no sentido de minimizar a contaminação e tem adotado as ações seguindo diretrizes técnicas do Ministério da Saúde.

O momento exige medidas enérgicas, em virtude dos acontecimentos vivenciados em outros países e nos grandes centros. Precisamos, num esforço conjunto e com o aval da população, achatar a curva epidemiológica da contaminação, para que possamos ofertar uma assistência adequada à população.

Dados da região da AMAU referente ao Coronavírus em 17/03/2020:
– Total de casos suspeitos: 09
– Casos descartados: 01
– Casos em análise: 08
– Casos confirmados: 00