Governo realiza o primeiro pagamento do Pacto por Aratiba

186

A primeira parcela do Pacto por Aratiba foi paga nesta quarta-feira (4). Foram beneficiados agricultores que produziram e venderam produtos agropecuários no ano de 2018. Os recursos são proporcionais à movimentação financeira da propriedade e do tipo de atividade a que a família se dedica. O maior percentual está sendo pago para os agricultores que produzem alimentos orgânicos certificados, que recebem 4% sobre o movimento financeiro. Quem produz leite tem incentivo de 2% e os produtores de suínos, aves e bovinos de 0,7%. O repasse é de até R$ 10 mil por família e, obrigatoriamente, os agricultores devem gastar os recursos dentro do município de Aratiba. “É uma forma de fomentar o crescimento da agricultura, mas também do comércio, indústria e serviços”, destacou o secretário de Administração, Ivar Pavan.

Durante a entrega dos recursos o governo anunciou que o Pacto por Aratiba já está despertando a atenção de administradores, interessados em conhecer e implantar a iniciativa. Cidades de Minas Gerais, parlamentares da Bahia e prefeitos da região já solicitaram cópias do projeto.

O secretário da Agricultura, Lenir Christmann, valorizou a forma como o Pacto foi elaborado. “Muitas entidades participaram da elaboração entendendo que é preciso valorizar a principal atividade econômica do Município”, disse.

Auri Bugs, do Movimento de Atingidos por Barragens, destacou que “é a primeira vez na história de Aratiba que se chama um grupo de pessoas para discutir sobre a devolução de parte do dinheiro que os agricultores investem nas propriedades”.

O prefeito, Guilherme Granzotto, ressaltou a importância do projeto. “No momento em que o governo se dispõe a investir recursos do orçamento nas propriedades rurais, todos são beneficiados. Além de representar uma renda a mais para as famílias, estes recursos irão para as mãos de empresários de outros setores e isso movimenta toda a economia, repercutindo também no aumento do retorno do ICMS para o Município. O Pacto é um exemplo para o país”, ressaltou.