Proteínas e coração. Você sabia?

0
1277

Descobriu-se recentemente no Reino Unido, por meio do estudo Twinsuk, para mulheres jovens, que alimentos proteicos, como carne, peixes, produtos lácteos (iogurtes, queijos, leites) e legumes são tão eficazes à saúde do coração quanto o hábito de não fumar ou de se exercitar!

Tal efeito é tão importante que as mulheres que acrescentaram uma porção a mais de proteína ao dia – como um bife pequeno de carne ou salmão, ou um copo de leite desnatado – tiveram redução dos níveis de pressão alta e prevenção de novas doenças cardiovasculares.

A aceitação das mulheres frente a essa recomendação foi imediata, porque permite a elas comer de forma mais saudável certos alimentos saborosos, e sem culpa! Aliás, com a motivação de ter um corpo magro, mais bonito e saudável. Também tiveram mais saciedade e menor vontade de se alimentar entre as refeições.

A comprovação foi baseada nesse estudo, realizado com mulheres gêmeas idênticas, daí o nome Twinsuk. Ou seja, as do grupo que aumentaram na alimentação a ingestão de proteína tiveram benefícios, e as gêmeas que não o fizeram mantiveram-se com as mesmas doenças. Conclui-se, assim, que nascemos com características genéticas que favorecem o adoecimento, principalmente frente a hábitos alimentares inadequados. Sabendo disso, por que não mudarmos para melhor?

Repense seus hábitos, modifique-os e busque uma vida longa e feliz!