Fruticultura impacta economia de Severiano de Almeida

137

Município produz ao menos 7 mil toneladas de laranja e bergamotas

Foi com auxílio do programa de incentivo à fruticultura do município de Severiano de Almeida, que a família de Domingos Alfeu Basso implantou dois hectares de pomares de laranja em sua propriedade, na comunidade de Cerro do Meio Dia.

A parceria aliás, está fazendo com que a família projete ampliar a área em mais cinco hectares nos próximos anos. O programa, é um dos realizados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico com objetivo de manter as famílias no campo, no município.
O secretário, Dilei Anzolin frisa que a fruticultura tem sido uma importante fonte de renda e geração de oportunidades no campo. “Nós trabalhamos com este objetivo, auxiliar os produtores no quer for possível e fazer com que eles tenham uma alternativa a mais de renda, especialmente na pequena propriedade”, cita.

Em 2017, a Secretaria atuou ainda para garantir a execução do programa de correção do solo, através da aplicação de calcário, que beneficiou inúmeras famílias. Em Severiano de Almeida, atualmente são mais de 180 famílias que atuam com citricultura, cultivando ao menos 300 hectares de laranja e outros 60 de bergamotas/tangerinas.

Juntas, as famílias produzem mais de 7 mil toneladas de frutas que acabam sendo vendidas para diversos mercados no Brasil. A produção da família Basso, por exemplo, deixou a propriedade, rumo aos supermercados do litoral catarinense.

“O apoio que a prefeitura nos dá é de suma importância para que possamos seguir investindo no setor”, completa Domingos Basso.