Terapia do riso durante o tratamento oncológico

887

A saúde, o bom humor e a alegria estão interligados e podem auxiliar no bem-estar e qualidade de vida dos pacientes. Esta é uma das propostas do Núcleo de Apoio ao Paciente Onco-Hematológico (NAPON) desenvolvido no Hospital da Cidade de Passo Fundo, que recebeu em seu último encontro a líder em Yoga do Riso, Lúcia Görgen.

Várias pesquisas relatam a influência do riso na saúde física e mental, isso porque o cérebro ao captar o som da gargalhada – seja ela espontânea ou influenciada através de técnicas orientadas – libera várias substâncias, entre elas a endorfina, conhecida por sua ação analgésica e por estimular a sensação de bem-estar e conforto.

A líder em Yoga do Riso, Lúcia Görgen, que ministrou a atividade envolvendo pacientes em tratamento contra o câncer no Hospital da Cidade, explica que o método utiliza técnicas de relaxamento, através de atividades lúdicas, e que promovem o riso aliado ao bem-estar “a gente aumenta a imunidade através do riso, aumenta também a flexibilidade muscular de todo o corpo, não apenas do rosto, tira a ansiedade e ajuda a superar a depressão”.

As atividades desenvolvidas pelo NAPON, iniciativa inédita na região, incluem também informações acerca de formas de tratamento e intervenções, direitos e deveres de pacientes oncológicos, possíveis reações adversas aos tratamentos, cuidados pessoais, suporte emocional a pacientes em tratamento oncológico, com a orientação semanal de várias áreas profissionais durante o desenvolvimento das atividades.

Com a participação do Curso de Estética e Cosmética da Universidade de Passo Fundo, outro encontro foi realizado no dia 12 de maio. Os acadêmicos do curso orientaram uma oficina de beleza com a participação de familiares e pacientes oncológicos. Os encontros são realizados semanalmente no 9° andar do Edifício Centenário do Hospital da Cidade, em Passo Fundo, a partir das 14h.