“A missão é confiada por Deus” afirmou Dom Adimir

305

Dom Adimir Antônio Mazzali novo bispo diocesano de Erexim concedeu entrevista coletiva à imprensa na tarde desta terça-feira(07) junto ao Santuário Nossa Senhora de Fátima, no dia seguinte a sua chegada, oriundo de Cascavél-PR. Sua posse e início oficial dos trabalhos como o 4º bispo da diocese  acontecerá no próximo domingo às 16h30min na Catedral São José e terá  transmissão pela Rádio Aratiba. A missa de posse seguirá todos os protocolos de segurança em relação a pandemia da Covid-19.

Na entrevista vários temas foram abordados e todos eles respondidos com muita tranquilidade e parcimônia  por Dom Adimir, como: família, vocação , jovens, agenda de visitas as paróquias e também o novo formato de comunicação da igreja com os fiéis a partir da pandemia.

O líder religioso destacou no início de sua entrevista o gesto que teve no momento em aportou em solo gaúcho, beijando o chão, dizendo que repetiu o gesto do Papa São João Paulo II no qual é devoto e esteve junto a ele  por diversas oportunidades   no período em  que  era estudante em Roma, em celebrações e pessoalmente em audiências, quando o Papa exercia seu  pontificado.

Dom Adimir afirmou que foi uma surpresa muito grande a sua escolha para assumir a Diocese de Erexim no qual questionou sua nomeação, “porque minha escolha nesse período de pandemia ?”, a resposta que teve foi:  “a Igreja não  para”. Segundo o bispo “a missão é confiada por Deus, e é ele que vai nos orientar e conduzir naquilo que devemos viver”.

Destacou que a Diocese tem uma caminhada percorrida, um plano pastoral e ele não vem para trazer grandes novidades, vêm para somar, vêm para caminhar naquilo que é um trabalho de Igreja. Dom Adimir pontuou  que  têm um histórico em sua caminhada, e um elemento que considera fundamental:  a valorização da família e da vida, desde sua concepção ao seu fim natural.

Outro aspecto destacado pelo bispo foi de que a Igreja também  se reinventou com a pandemia do coronavírus, buscando mecanismos para estar próxima às comunidades e que isso não vai voltar atrás.  Embora se saiba da importância da presença física dos fiéis, no qual  jamais será deixado de trabalhar,  as redes sociais é algo que não dá para abandonar, pois agregará muito na missão evangelizadora.

Durante a entrevista, Dom Adimir, reforçou que os jovens devem ser valorizados e, nesse sentido, citou a família como base fundamental para a aproximação da igreja. “A experiência de Deus é fundamental para a experiência humana”, destacou.