Alimentos com vitamina D

626

A vitamina D é pra lá de importante para o nosso organismo. “Ela tem papel fundamental no equilíbrio metabólico do cálcio (homeostase), inibe a proliveração de células cancerígenas e exibe propriedades anti-inflamatórias”, diz a Dra. Patrícia Vilar Freitas, nutricionista do Ambulatório de Nutrição do Hospital Samaritano (SP). Quando ela falta, o organismo sente. “Sua deficiência ativa o sistema renina-angiotensina-aldosterona, o que pode elevar a hipertensão arterial e hipertrofia do ventrículo esquerdo do coração, sendo favorável a doenças cardiovasculares”, explica a nutricionista.

Sol diário
A principal fonte da vitamina D é a luz solar, que estimula a produção na nossa pele. Em torno de 15 minutinhos por dia de exposição solar sem protetor são suficientes para estimular a pele a sintetizá-la.

Vitamina no prato
Alguns alimentos podem ajudar a obtê-la, mas é preciso ter cautela com seu consumo, pois eles são ricos em gordura. Veja as dicas da nutricionista:

– Peixes de água salgada – Aqui entram, especialmente, salmão, sardinha, arenque, atum e cavala. Inclusive suas versões enlatadas. Você pode usar no preparo de sanduíches, tortas, saladas, ou no que a imaginação permitir.

– Fígado de boi – Embora não seja apreciado por todos, é uma boa fonte de vitamina D. O bife pode ser feito grelhado ou cozido – evite fritá-lo para não aumentar a quantidade de gorduras no prato.

– Ovos – A vitamina está presente especialmente na gema. As formas de preparo são muitas: mexido, cozido, poché, quente… Mais uma vez evite a versão frita.

– Leite e manteiga – Presentes no café da manhã da maioria dos brasileiros, são rotineiramente enriquecidos com vitamina D.

– Óleo de fígado de bacalhau – Rico em vitamina D, é uma boa opção para turbinar seus níveis no organismo.

– Shitake.