Padrasto é acusado de matar criança de 10 meses em Erechim

377

Mãe teria denunciado o padrasto da criança por agressão. Família é moradora do Bairro Aeroporto, em Erechim.

Uma criança de 10 meses morreu no fim da noite desta quarta-feira em Erechim, supostamente em consequência de um ferimento na cabeça. A criança chegou ao hospital já sem vida e a mãe do menino teria acusado o pai por agressão.

No hospital a guarnição entrou em contato com a mãe que relatou ter saído de casa para buscar leite ao bebê, deixando-a aos cuidados do padrasto, e quando retornou, encontrou a criança desacordada sobre a cama.

Desesperada a mãe pegou o bebê e pediu socorro na rua, sendo que, um casal que passava pelo local levou a mulher com a criança ao hospital. Os médicos tentaram reanimar o bebê, porém o mesmo acabou entrando em óbito.

Diante deste relato, os policiais deslocaram até a Rua Delmar Luiz Rigoni, bairro Aeroporto, onde o fato ocorreu, para efetuar a prisão do autor.

No local o homem de 42 anos de idade, investiu contra a guarnição, sendo necessário o uso moderado da força para contê-lo e efetuar sua prisão. O homem apresentava visíveis sinais de drogadição e informou ter ingerido bebidas alcoólicas.

Após sua prisão o homem foi apresentado na Delegacia de Polícia, onde foi lavrado seu auto de prisão em flagrante, sendo o mesmo ouvido e após encaminhado ao Presídio Estadual de Erechim, local em que permanece à disposição da justiça.

As informações foram publicadas pela assessoria de comunicação da Brigada Militar. A Polícia Judiciária deve esclarecer os fatos a partir desta quinta-feira(28), também com base no laudo do IGP.